PLANTÃO / SAÚDE

Imprimir Notícia

Sindicato na luta pela prevenção do câncer de mama

09/10/2017 às 11:23
Joyce Nunes- Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Durante todo o mês de outubro, diversas instituições vestem-se com a cor rosa e voltam uma atenção especial para a necessidade da prevenção e do diagnóstico do câncer de mama.
A campanha chamada “Outubro Rosa” começou na década de 1990 nos Estados Unidos. Embora casos da doença sejam diagnosticados no ano inteiro, outubro foi escolhido para representar a causa ao redor do mundo. Durante todo o período, é comum ver espaços e monumentos decorados e/ou iluminados com a cor rosa.

O câncer de mama é o segundo tipo mais frequente no mundo. No Brasil, as taxas de mortalidade por esse tipo de câncer continuam elevadas, especialmente porque a doença ainda é diagnosticada em estágios avançados.
Um dos principais desafios para esse diagnóstico é a dificuldade de acesso das mulheres para conseguir atendimento desde a prevenção até o tratamento pelo SUS, visto que há grande precariedade no sistema, causada pela falta de investimentos do Governo Federal.

E se essa necessidade de investimentos e de melhoria do sistema já era grande, agora ela tende a piorar, já que o Governo aprovou a PEC que limita o teto de gastos públicos, incluindo os gastos com a saúde. Além disso, o Ministério da Saúde tornou pública a Portaria nº 61/2015, que reduziu ainda mais o acesso à mamografia realizada em mulheres sem sintomas de câncer de mama, que desejam fazer exames periódicos visando o diagnóstico precoce.

O novo documento restringe a disponibilização do exame no Sistema Único de Saúde (SUS) para usuárias assintomáticas com idades entre 50 a 69 anos, faixa considerada prioritária pelo Ministério da Saúde, deixando de fora todas aquelas abaixo de 50 anos e acima dos 70 anos.

Mais uma vez, Governo Temer mostra suas garras e vira as costas para o povo. A nova decisão do Ministério da Saúde contraria a Lei Federal nº 11.664/2008, que garante o direito à realização de exame mamográfico anualmente a todas as mulheres a partir dos 40 anos de idade. E a cada ano, vale ressaltar, a incidência da doença em mulheres mais jovens vem aumentando.


Diante disso, o Sindicato dos Bancários do Maranhão vem demonstrar seu apoio à luta pela prevenção, diagnóstico e tratamento do câncer de mama, enquanto repudia os ataques do Governo Temer à saúde da mulher brasileira.
Não vamos deixar que mais vidas sejam ceifadas por causa da irresponsabilidade desse Governo ilegítimo e corrupto.
Vamos à luta, por nenhum direito a menos.
 

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3522
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.