PLANTÃO / EMPRESAS PÚBLICAS

Imprimir Notícia

Privatização da Eletrobras pode causar apagão

15/03/2018 às 11:34
Bancários Bahia
A+
A-

Na ânsia de entregar o patrimônio nacional, o governo ignora totalmente os riscos da privatização da Eletrobras. A venda pode ocasionar um novo apagão, como registrado em 2001, no governo FHC. A privatização da estatal leva à desnacionalização do setor elétrico e à perda da capacidade da União de gestão dos recursos naturais e energéticos.

A Medida Provisória 814 e o Projeto de Lei 9463/2018 tratam da mudança do marco legal do setor elétrico e da venda da Eletrobrás, maior empresa de geração elétrica do país, construída desde 1951.

A redução da participação do Estado foi aprovada no Comitê Gestor do Conselho do PPI (Programa de Parcerias de Investimentos). O modelo de Temer segue os moldes de FHC. Vale lembrar que em 2001 o Brasil viveu uma grave crise energética. O custo da energia subiu absurdamente.

Temer já deixou bem claro que quer privatizar tudo o que puder. Mesmo que isso signifique um retrocesso para o país e a entrega total das riquezas ao capital estrangeiro. Analistas estimam que o valor do parque gerador da Eletrobrás em R$ 370 bilhões. No entanto, o objetivo é vender por menos de 10% da quantia. Desvalorização.  

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!