PLANTÃO / BANCO DO BRASIL

Imprimir Notícia

BB reduz jornada e corta salário de assistentes

16/03/2018 às 11:23
A+
A-

O Banco do Brasil comete mais uma arbitrariedade contra os funcionários. A direção da empresa pressiona os assistentes de jornada de 8 horas que fazem parte do plano de funções que vigorou até 2013 a migrarem para outro atual, de 6 horas. Mas, junto com a redução da jornada, a empresa corta os salários. A queda na remuneração é de 12% em média.

Não é só isso. Quem não aceita é sumariamente cortado do cargo e tem de voltar à função de escriturário. A medida é um desrespeito generalizado, inclusive às normas internas do banco. Pela regra, o assistente tem o direito de permanecer no plano anterior, se quiser. Também não estabelece prazo para adesão.

Segundo informações, a intenção do BB é se fugir do passivo trabalhista. Em diversas ações, a Justiça determina que a empresa pague a 7ª e 8ª hora dos comissionados como jornada extra. Mas, reduzir o salário do funcionário é uma arbitrariedade.

Tem mais, a direção não dá nenhuma garantia de permanência no cargo depois da migração. O Sindicato dos Bancários da Bahia destaca que a gratificação de função se deve a responsabilidade que o bancário tem no exercício de determinada atividade e não a jornada que cumpre. Até porque, muitas vezes, o serviço não se esgota na agência.  

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!