PLANTÃO / BRADESCO

Imprimir Notícia

Bradesco inferniza a vida de bancários no Maranhão

Diretorias regionais continuam aterrorizando seus empregados com a cobrança de metas abusivas.

18/05/2018 às 08:08
Ascom/SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

O Bradesco, por meio das diretorias regionais, continua aterrorizando seus empregados com a cobrança de metas abusivas.
De acordo com denúncias, cada gerente de negócios é obrigado a efetuar, em média, 120 ligações por mês aos clientes, além de fazer duas visitas diárias, no mínimo. Na maioria das agências do Bradesco, no Maranhão, os bancários relatam não aguentar mais tanta pressão.

Para piorar, os empregados são submetidos a uma avaliação pós-contato por parte do cliente. O objetivo do banco é verificar se a ligação foi, de fato, efetuada pelo bancário. Nessa avaliação, vários questionamentos são feitos ao cliente que, se não estiver atento, poderá negar que o contato telefônico foi feito, mesmo sem maldade.

Diante dessa negativa, o empregado poderá ser prejudicado, pois se tiver 3 (três) negações feitas pelo cliente, o número de contatos mensais já realizados pelo bancário é zerado, mesmo que já tenha atingido a sua meta de contatos/mês.

A mesma avaliação ocorre via mensagem de texto (SMS), porém, o banco não leva em consideração que o cliente pode ter mudado de celular, que um terceiro pode ter respondido o SMS, dentre outros fatores. O que importa é que se for negativado, mesmo que pela desatenção do cliente, o empregado é massacrado pelo diretor regional, que o expõe de forma impiedosa em reuniões realizadas na presença dos demais colegas.

Vale ressaltar que essa conduta abusiva e ilegal viola o acordo coletivo da categoria, que proíbe – categoricamente – a exposição de qualquer bancário (mesmo sem cumprir seus objetivos), pois tal abuso pode levar qualquer pessoa ao adoecimento, potencializando problemas emocionais.

“Trata-se de uma política injusta e ineficaz, que impõe o medo e o terror na categoria. Porém, o SEEB-MA não medirá esforços para acabar com essa cobrança abusiva, lutando por respeito e, sobretudo, pela valorização de cada um dos trabalhadores do Bradesco, no Maranhão” - afirmou o diretor do Sindicato e empregado do Bradesco, Edvaldo Castro. 

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
GALERIA
Fotos | 20/06/2018

Bancários lançam Campanha Nacional 2018

SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Mobilização, Unidade e Luta.