Fale conosco pelo WhatsApp Siga-nos no Facebook Siga-nos no Instagram Siga-nos no Twitter Siga-nos no Youtube

PLANTÃO / GREVE GERAL

Imprimir Notícia

É hora de construir uma Greve Geral no país contra a Reforma da Previdência!

Paralisação será fundamental para barrar a Reforma da Previdência do Governo Bolsonaro.

10/05/2019 às 12:49
SEEB-MA
A+
A-

Clique na foto para ampliá-la

Durante o ato unificado realizado no “Dia 1º de Maio”, em São Paulo, as centrais sindicais aprovaram, por unanimidade, a realização de uma GREVE GERAL contra a Reforma da Previdência apresentada pelo Governo Jair Bolsonaro. A data escolhida foi o dia 14 de junho de 2019 (sexta-feira). Mas qual o objetivo dessa paralisação nacional?

É importante lembrar que a última GREVE GERAL ocorrida no Brasil foi em abril de 2017 contra a proposta de Reforma da Previdência do Governo Temer. A paralisação foi fundamental para barrar essa medida perversa naquele momento.

Depois de dois anos, a classe trabalhadora conseguiu reunir, numa única mobilização, todas as categorias de trabalhadores, além de movimentos populares do campo, da cidade e estudantis com o mesmo intuito: enterrar essa Reforma nefasta que ameaça acabar com a aposentadoria pública dos brasileiros.

Em 28 de abril de 2017, a GREVE GERAL parou o Brasil. Naquela ocasião, Governo, Congresso e patrões sentiram toda a força e a indignação dos trabalhadores contra os ataques que estavam sofrendo.

“Esses ataques, porém, continuam de forma mais intensa, principalmente, aos direitos sociais da população. Sem falar no desemprego crescente e no aumento da miséria. Não basta esperar que os deputados votem a favor dos interesses dos trabalhadores, a melhor estratégia de resistência é a GREVE GERAL” – afirmou o presidente do SEEB-MA, Eloy Natan.

Para construir essa paralisação nacional, é indispensável que cada cidadão realize reuniões nos locais de trabalho, nas escolas, faculdades e nas próprias famílias para explicar os prejuízos que a Reforma da Previdência acarretará aos brasileiros.

Além disso, todos os trabalhadores devem participar dos atos organizados pelos sindicatos, como o “Dia 15 de Maio em Defesa da Educação Pública”, e recolher assinaturas para o abaixo-assinado contra essa Reforma nefasta.

Bancário (a): estão disponíveis no site do SEEB-MA uma série de matérias e informações sobre os verdadeiros números da Previdência. Não existe rombo, existem roubos e desvios para pagar a dívida pública para os banqueiros. Por isso, essa Reforma tem que cair! Essa conta não é nossa. Por nenhum direito a menos, vamos à luta! 

Deixe sua opinião sobre essa matéria:

Limite de caracteres (0 / 250)
SOBRE

Sindicato dos Bancários do Maranhão - SEEB/MA
Rua do Sol, 413/417, Centro – São Luís (MA)
E-mail: comunicacao@bancariosma.org.br
Telefones: (98) 3311-3500 / 3311-3516
CNPJ: 06.299.549/0001-05
CEP: 65020-590

MENU RÁPIDO

© SEEB-MA. Sindicato dos Bancários do Maranhão. Gestão Sindicato em Ação: a luta continua!